Facebook

Pimenta do reino faz mal?

pimenta-do-reino-faz-mal1.jpg Istockphoto/Thinkstock

Pimenta-do-reino faz mal?”: toda vez que o assunto é pimenta, a pergunta surge. Por muito tempo acreditou-se que o tempero mais usado na cozinha era também um veneno para o bom funcionamento do organismo.

Leia também:
Benefícios da ameixa seca
Erva-de-santa-maria

Benefícios da arnica

Por que pimenta-do-reino pode ser prejudicial?

Segundo a nutricionista Katia Terumi, do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos, os malefícios da pimenta estão diretamente relacionados ao sabor ardido, já que os componentes que causam ardor podem, também, irritar a mucosa que reveste e protege alguns órgãos, como o estômago e o intestino.

Porém, a nutricionista alerta que o problema não está em consumir o tempero, mas sim em ingerir frequente e excessivamente. Indivíduos que têm sensibilidade gastrointestinal ou sofrem de doenças como gastrite, úlcera ou diverticulite devem evitar a ingestão da pimenta-do-reino.

Benefícios da pimenta-do-reino

Assim como todas as pimentas, a pimenta-do-reino tem como um de seus componentes a capsaicina, substância responsável pelo sabor ardido, mas que também é considerada anti-inflamatória. “Os benefícios mais descritos em estudos são relacionados aos efeitos anti-inflamatórios atribuídos a capsaicina, substância que também é responsável por conferir a ardência à pimenta”, explica a nutricionista.

Como usar pimenta-do-reino

pimenta-do-reino-faz-mal2.jpg Istockphoto/Thinkstock

Além de medir o consumo, é importante lembrar que moer o grão na hora é sempre a melhor opção, já que assim os riscos de contaminação ou adição de produtos e conservantes são reduzidos. Moedores caseiros são indicados, mas é possível apenas triturar a semente com o auxílio de um pilão. Para encontrar o grão com procedência, o ideal é procurá-lo em casas de temperos ou produtos naturais.

Curiosidade:

Todas as variedades de pimenta-do-reino são provenientes da mesma semente. A diferença está no processo de colheita secagem.

A pimenta-do-reino verde é colhida antes de amadurecer. Seu sabor é menos picante e é a mais aromática entre todas as variedades.

A pimenta-do-reino rosa é colhida madura, tem um sabor picante e também é muito aromática.

Já a pimenta-do-reino preta é a mais comum e é colhida antes de amadurecer, porém, diferente da verde, é fermentada e depois seca ao sol, processo que a torna picante, porém discreta.

Enquanto a pimenta-do-reino branca é colhida madura, deixada de molho até que solte a pele e depois seca ao sol. Como não é fermentada, o resultado é uma semente bem clara, porém, muito ardida e de sabor forte e característico.

pimenta-do-reino-faz-mal3.jpg Istockphoto/Thinkstock

Artigos recomendados

1 Comentários

gostei muito do artigo muito obrigado pode mandar gmail

qua, 2013-08-21 22:27
O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.