Facebook

A importância do cálcio

A-importância-do-cálcio-1 Artem Zamula - RF - Thinkstock

Inúmeras fontes de cálcio podem suprir devidamente o corpo humano. A mais conhecida é o leite, mas independente da origem, o cálcio é um mineral que nosso corpo necessita para manter os dentes e ossos fortes. Serve para muitos outros fins.

Se não tem quantidade suficiente de cálcio no organismo, um dos risco é a formação de coágulos de sangue que poderiam conduzir a outros problemas médicos. Entre estes, a trombose ou coágulos de sangue nas artérias, parcial ou total, que poderia resultar em problemas no músculo cardíaco. O que o torna mais complicado é o fato de que não é tão fácil de detectar quando se tem um coágulo de sangue, ou não. Geralmente é procurado quando certas intervenções cirúrgicas são feitas, ou sintomas de doenças cardíacas ocorrem.

Por isso, a importância do cálcio no organismo não pode ser subestimada. Entretanto, a maioria da população tem no organismo metade da quantia necessária. Infelizmente, podemos reduzir os nossos níveis de cálcio através de nossa urina e fezes e, em certa medida, através do suor. Assim, se não tomar a quantidade diária recomendada, e continuar a expulsar cálcio diariamente, finalmente estaremos privando nosso corpo de uma nutrição adequada. A importância do cálcio não é imediatamente reconhecida, especialmente pelos jovens, porque leva tempo para os problemas se desenvolvam. Além disso, as necessidades diárias de cálcio muda à medida que envelhecemos. É importante ressaltar que sem a vitamina D, o cálcio não produz o efeito devido. A vitamina D é essencial para a mineralização normal dos ossos e promove o crescimento ósseo.

Um adulto saudável deve ingerir cerca de 700 a 1000 mg de cálcio diariamente. Caso contrário, pode-se estar exposto à osteoporose. Esta é uma doença incapacitante, que geralmente acontece com os idosos. Após os cinquenta anos de idade os ossos começam a se tornar mais porosos, começam a afinar e a amaciar. Isso faz com que a pessoa tenha diminuição da altura, por exemplo. A osteoporose afeta mais a mulheres do que homens, principalmente por causa da falta de estrogêneo quando uma mulher começa a menopausa. Na dieta das mulheres, o cálcio e o ferro são reconhecidos como os mais negligenciadas dos minerais. Quando grávidas, as mulheres podem sofrer de pré-eclâmpsia, ou hipertensão. O cálcio pode ajudar a controlar isso, e auxiliar com a saúde do feto até o primeiro ano após o nascimento, se a mãe tem a intenção de cuidar de seu bebê.

O mineral também é preciso para ajudar a controlar o colesterol e o ambiente celular. Isso ajuda os músculos quando se contraem e evita cólicas. O leite não é a única forma de obter cálcio, pode-se tomar vitaminas, ômega 3 e 6 de ácidos graxos encontrados no óleo de peixe e óleo de prímula.

Procure alimentos como sucos e produtos lácteos que tenham cálcio, como o queijo e o iogurte. Ingerir cálcio é prevenir doenças, e garantir que se mantém saudável para a terceira etapa da vida, principalmente.

Artigos recomendados

0 Comentários

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.