Facebook

As propriedades curativas do agrião

As-propriedades-curativas-do-agrião2 Ildiko Papp - RF - Thinkstock

As propriedades curativas do agrião são benéficas para inúmeras condições, indo do consgestionamento respiratório, passando por deficiências vasculares, até à redução no físico do impacto da falta de vitaminas.

Um dos mais antigos legumes do planeta, é parente distante do repolho. Muito saboroso e nutritivo, ainda mais quando cultivado no sistema de hidroponia, o agrião é uma planta que pode ser consumida fresca, mas também seca, sob a forma de chá, em cápsulas, ou extrato.

Curiosamente chamado de Berro na língua espanhola, este legume é fonte das vitaminas A, E, C e B3, e em cobre, cálcio, fósforo, magnésio e iodo.

Seu uso como planta medicinal é milenar, remontando os primeiros séculos da história. Na antiga Grécia já era usado para curar tosse e congestão nasal, e na Europa foi usado no tratamento contra o escorbuto.

É um excelente limpador da pele, devendo ser ingerido em grandes quantidades por quem quer tratar a acne, espinhas e manchas da pele, pois é um dos melhores antioxidantes naturais.

Faça uma salada com um maço de agrião, esprema meio limão e tempere com sal. Consuma uma porção desta salada em todas as refeições principais por no mínimo uma semana, e vai notar a diferença na pele, que ficará com aparência mais limpa e hidratada.

No combate ao câncer de pulmão, ou garganta, deve ser comido crú.Quando mastigado, o agrião libera compostos ao organismo que são de grande ajuda contra o câncer, conforme resultado de recentes pesquisas americanas.

Cientificamente provado também está que é um excelente remédio para as seguintes condições.

- Problemas nos ossos
- Problemas Respiratórios
- Bronquite
- Regeneração Celular
- Limpeza do organismo
- Resfriados
- Transtornos digestivos
- Diurético
- Distúrbios gastrointestinais
- Para atenuar a Gengivite
- Combate a Letargia

Pelas investigações médicas até então desenvolvidas, foi constatado que o agrião não deve ser usado por portadores das úlceras péptica ou duodenal, ou por aqueles que sofrem de nefrite.

Artigos recomendados

0 Comentários

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.